Enraizamento, pré-aclimatização e aclimatização de plântulas de gladíolo.

Fernanda Cristíane Simões, Patrícia Duarte de Oliveira Paiva, Renato Paiva, Moacir Pasqual, Larissa Martiniano de Carvalho

Abstract


Avaliou-se, neste trabalho, o efeito de diferentes concentrações de ácido naftaleno acético (ANA) adicionado ao meio de cultura e a utilização de vermiculita para enraizamento in vitro e préaclimatização de plântulas de gladíolo (Gladiolus x grandiflorus L.). Para aclimatização, avaliou-se o efeito do uso de diferentes substratos sobre o desenvolvimento das plântulas de gladíolo produzidas in vitro. O regulador de crescimento ANA foi adicionado nas seguintes concentrações: 0; 0,1; 0,5; 1,0 e 2,0 mg/L e, para a pré-aclimatização, ao meio MS 50% adicionou-se vermiculita e 1,0 g/L de carvão ativado. Para a aclimatização das plântulas, utilizou-se como substrato Plantmax, casca de arroz carbonizada e pó de xaxim em todas as combinações e em iguais proporções. Observou-se maior ocorrência de enraizamento quando se empregou 0, 1 mg/L de ANA. A adição de vermiculita ao meio MS 50% acrescido de lg/L de carvão ativado é desejável, pois promoveu enraizamento na maioria das plântulas. Na fase de aclimatização, houve 100% de pegamento das mudas e seu desenvolvimento não foi influenciado pelos diferentes substratos testados.



DOI: https://doi.org/10.14295/rbho.v7i2.89

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema