Análise sensorial de violetas-africanas cultivadas em diferentes substratos.

Islaine Tavares Ferreira, Joseane Almeida de Souza, Maria Teresa Rosa da Rocha, Rosa Trepto, Judith Viégas

Abstract


Este trabalho foi desenvolvido no Laboratório de Biologia Celular do Departamento de Zoologia e Genética do Instituto de Biologia da Universidade Federal de Pelotas. Objetivou-se analisar a influência de diferentes substratos nas características estéticas de genótipos de violeta-africana (Saintpaulia ionantha Wendl.), mediante análise sensorial, segundo os métodos discriminativo e afetivo, visto que, para plantas ornamentais, os melhores resultados obtidos por análises métricas nem sempre refletem plantas com melhores características estéticas. Utilizaram-se quatro genótipos (V2, V3, V5 e P4) e dez substratos, sendo o solo (S) e a vermiculita (V) usados isoladamente; juntos (S+V), na proporção de 1: 1, ou em combinação com outros sete substratos, nas proporções 1: 1: 1 (S+V+areia, S+V+casca de arroz carbonizada, S+V+esfagno, S+V+turfa, S+V+serragem, S+V+pinha e S+V+xaxim). Transplantaram-se as violetas micropropagadas para vermiculita umedecida com solução nutritiva e, após 7 dias, para os diferentes substratos. Passados 70 dias de cultivo, realizaram-se as análises sensoriais para avaliar as características intensidade e uniformidade da cor, desenvolvimento, atratividade e vigor da planta pelo método discriminativo (Teste de Avaliação de Atributos) e pelo afetivo (Teste de Preferência-Ordenação para atratividade). Efetuou-se o experimento fatorial A x B x C (A = substratos; B = genótipos e C = julgadores) no esquema de blocos casualizados. As médias foram analisadas pelo teste de Duncan ((x = 0,05), sendo a unidade experimental composta por um vaso com uma planta. Concluiu-se que o genótipo P4 apresentou as melhores condições estéticas (vigor, desenvolvimento, atratividade e cor) e que o substrato solo+vermiculita+casca de arroz carbonizada foi o melhor para o cultivo, pois propiciou maior desenvolvimento, vigor e atratividade da planta, com produção de folhas mais claras.



DOI: https://doi.org/10.14295/rbho.v7i2.85

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema