Longevidade pós-colheita de inflorescências de girassol afetada por nitrato de prata e sacarose.

Arthur dos Reis Gonzaga, Lorena de Araújo Moreira, Flavia Lonardoni, Ricardo Tadeu Faria

Abstract


O objetivo deste trabalho foi avaliar a longevidade pós-colheita de inflorescências de girassol pelo uso de sacarose (4 e 10%) ou associadas ao nitrato de prata (10 e 20 mgL-1), e testemunha (água deionizada). Os tratamentos, com três repetições cada um, foram distribuídos em delineamento inteiramente casualizado com três inflorescências por repetição. A longevidade das inflorescências foi afetada por sacarose a 4%, que aumentou até em cinco dias a vida de vaso das inflorescências em relação à testemunha. O nitrato de prata associado à sacarose não influenciou a longevidade.



DOI: https://doi.org/10.14295/rbho.v7i1.81

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema