Micropropagação de Hippeastrum hybridum 'Apple blossom', mediante escamas duplas.

Antonio Fernando Caetano Tombolato, Ana Maria Molini Costa, Alessandra C. Eglit

Abstract


Uma série de experimentos foi realizada para a definição de um protocolo visando à produção massal in vitro de Hippeastrum hybridum Hort., var.'Apple Blossom' por explante de bulbo. No primeiro experimento, testaram-se combinações de ácido 3-indolacético (AIA), nas concentrações de 0,0; 2,5 e 5,0 mg.L-1 e 6-benzilaminopurina (6-BA), nas concentrações de 0,0; 5,0; 10,0 e 20,0 mg.L-1. No segundo, testaram-se diferentes doses das auxinas ácido 3-indolacético (AIA), ácido alfa-naftalenoacético (ANA) e ácido 3-indolbutírico (AIB), nas concentrações de 2,5 e 5,0 mg.L-1, em combinação com 10,0 mg.L-1 da citocinina 6-BA. No primeiro experimento, concluiu-se que, para qualquer das concentrações testadas, a presença da auxina AIA não exerceu influência sobre o número de bulbilhos formados. No segundo experimento observou-se que a alteração do tipo da auxina interferiu na quantidade de raízes formadas. Os meios mais favoráveis para a multiplicação são aqueles que induzem baixa formação de raízes e elevada bulbificação. Dessa forma, a constituição de reguladores de crescimento mais indicada é AIA a 2,5 mg.L-1 e 6-BA a 10 mg.L-1.



DOI: https://doi.org/10.14295/rbho.v7i1.75

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema