Levantamento das autorizações de corte de árvores de Curitiba

Francine Lorena Cuquel, Erica Costa Mielke, Rosana Campanholo

Abstract


A arborização urbana, apesar de ser onerosa para a municipalidade, face aos elevados custos advindos de sua produção e manutenção, melhora a paisagem e a qualidade de vida dos cidadãos. A escolha das espécies mais adequadas para esta finalidade pode contribuir para a redução destes custos pela menor necessidade de corte de árvores adultas. O objetivo deste trabalho foi identificar as principais espécies arbóreas alvo das autorizações de corte em Curitiba, para subsidiar ações futuras que visem à otimização dos recursos financeiros. Para tanto, foram avaliados os pedidos de autorização de corte de árvores, disponíveis no Sistema Informatizado da Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura Municipal de Curitiba, no período de 01/07/2008 a 01/07/2009. Os doze bairros selecionados para análise localizavam-se no entorno de dois quilômetros do centro da cidade. Dos 1.034 pedidos submetidos no referido período, apenas 19,6% receberam autorização de corte, com destaque para quatro espécies, que responderam por 45,8% das autorizações de corte emitidas. As principais espécies, cujo corte foi autorizado, foram Alfeneiro (Ligustrum lucidum), em virtude de comprometimento fitossanitário, Acer (Acer negundo) e Extremosa (Lagerstroemia indica), devido à morte do indivíduo, e Ficus (Ficus benjamina), devido a danos causados às edificações.


Keywords


paisagismo, arborização urbana, planejamento urbano, plantas exóticas.



DOI: https://doi.org/10.14295/rbho.v17i1.718

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema