Efeito do número de linhas de plantio sobre a produtividade de gladíolo em cultivo intercalar à lavoura cafeeira

Autores

  • Patrícia Duarte de Oliveira Paiva
  • Rubens José Guimarães
  • Daniel Arnold Beraldo
  • Renato Paiva
  • Simone Novaes Reis
  • Alexandre Cardoso Balieiro

DOI:

https://doi.org/10.14295/rbho.v6i1.68

Resumo

O cultivo do gladíolo (Gladiolus x grandiflorus L.) intercalar em lavouras cafeeiras apresenta-se como alternativa para a otimização da área de cultivo. Essa planta é de ciclo curto, e seu plantio, visando à comercialização no Dia de Finados, permite perfeita adaptação com a cultura do café, uma vez que, nesse período, poucas práticas culturais são aplicadas na lavoura. Este trabalho objetivou identificar o número ideal de linhas de cultivo de gladíolo em plantio intercalar a uma lavoura cafeeira adulta e os possíveis problemas advindos desse tipo de cultivo. Plantaram-se uma, duas e três linhas duplas de gladíolo e, ainda, três linhas externas a cada bloco, as quais caracterizavam a testemunha. Melhor produção, representada pelo maior comprimento de haste e pelo maior número de flores por haste foi observada, sendo o manejo facilitado quando se utilizou uma ou duas linhas duplas. As plantas cultivadas em três linhas duplas intercalares apresentaram tamanho de hastes e número de flores inferiores aos demais tratamentos. Nenhum problema, como incidência de doenças ou dificuldade de manejo, foi identificado na cultura do café em função do cultivo do gladíolo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2000-05-20

Edição

Seção

Artigos Científicos