Cultivo comercial de alstroeméria.

Antonio Fernando Caetano Tombolato, Angela Boersen, Leila Coutinho, André Luiz Lourenção, Maria Amélia Vaz Alexandre

Abstract


Em face do aumento da demanda de flores e plantas ornamentais para atender ao crescente mercado interno, a cultura da alstroeméria vem-se apresentando como alternativa para a produção de flores de corte de grande durabilidade pós-colheita para os produtores do Estado de São Paulo e outros Estados vizinhos que apresentam condições ecológicas favoráveis ao seu desenvolvimento. Considerada cultura de exploração econômica recentes no País, poucas são as informações disponíveis ao seu cultivo com êxito. Tendo como principal objetivo o preenchimento dessa lacuna, o Instituto Agronômico vem desenvolvendo uma pesquisa, em colaboração com o Instituto Biológico, e cujos principais resultados, somados às demais recomendações existentes na literatura internacional, proporcionaram a elaboração deste artigo. Neste trabalho, encontram-se abordadas as condições de cultivo, os métodos de propagação, a irrigação, a nutrição mineral, a adubação e outros tratos culturais, e a pós-colheita de flores cortadas, bem como o controle das principais moléstias e pragas.



DOI: https://doi.org/10.14295/rbho.v6i1.58

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema