O Uso de Imagens Digitais na Classificação de Flores de Corte

GLÁUCIA MORAES DIAS, ANTONIO CARLOS LOUREIRO LINO, JULIANA SANCHES, FREDERICO AUGUSTO BERGAMINI LIMA, THAISA SAMPAIO NASCIMENTO

Abstract


O uso de técnicas de imagem em processo de produção agrícola está se tornando uma ferramenta muito promissora em apoio ao desenvolvimento da padronização, que levam em consideração a forma e o tamanho do produto. A análise dos elementos individuais no processo de classificação ou reconhecimento inicial da espécie, atende aos requisitos de tempo e precisão. O Brasil apresenta um enorme potencial para desenvolver a produção de flores e plantas ornamentais para o mercado interno, bem como para os mercados internacionais. Atualmente a produção de flores proporciona uma renda próxima a EUA $ 1,3 bilhões / ano, reunindo mais de 500 produtores concentrados em uma área de 8500 hectares, gerando uma receita de U $ 35 milhões no ano de 2007. As flores do Brasil e estratégia de exportação de plantas ornamentais tem o objetivo de orientar e dirigir as potencialidades específicas de produção de flores para aproveitar as oportunidades comerciais oferecidas pelo mercado internacional, enfatizando a tecnologia pós-colheita. É possível expressar um produto de qualidade por meio de imagens digitais. Programas de computador geram satisfatoriamente as análises necessárias para os padrões desejados, produzindo um processo rápido e eficiente. É esperado, que no futuro, o mercado brasileiro venha a adotar a classificação automática, reduzindo custos, melhorando a eficiência e a qualidade do produto oferecido ao consumidor.



DOI: https://doi.org/10.14295/rbho.v16i2.552

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema