Desenvolvimento de mudas de copo-de-leite submetidas ao pré-tratamento com ácido giberélico e cultivadas em diferentes substratos

Thaísa Silva Tavares, Elka Fabiana Aparecida Almeida, Patrícia Duarte de Oliveira Paiva, José da Conceição Barbosa Silva, Maria Leandra Resende, Renato Paiva, Denismar Alves Nogueira

Abstract


Para a propagação de copo-de-leite por meio de rizomas recomenda-se sua imersão em solução com ácido giberélico com a finalidade de acelerar o seu desenvolvimento e posterior formação de mudas mais vigorosas. Este trabalho teve como objetivo obter mudas de copo-de-leite propagadas por rizomas tratados com ácido giberélico no pré-plantio e colocados para enraizar em diferentes substratos. Os rizomas foram coletados, selecionados e posteriormente imersos em solução com ácido giberélico – GA3 (0, 50, 100 e 500 mg.L-1) na qual permaneceram por 10 minutos. Após o tratamento com ácido giberélico, os rizomas foram plantados em sacolas plásticas contendo os substratos: areia, casca de arroz carbonizada ou PlantmaxÒ, de acordo com os tratamentos. As avaliações foram realizadas semanalmente, observando-se a emergência das brotações e, após 120 dias da implantação do experimento, observou-se o número de folhas, diâmetro do pseudocaule e altura da planta. A melhor concentração de GA3 para tratamento dos rizomas e que estimulou melhor o desenvolvimento de mudas de copo-de-leite foi de 83 mg.L-1. Quanto aos substratos, pode-se concluir que tanto o PlantmaxÒ quanto a casca de arroz carbonizada podem ser utilizados na propagação de copo-de-leite por rizomas, não se recomendando o uso de areia.



DOI: https://doi.org/10.14295/rbho.v11i2.55

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema