Identificação de cultivares de Gladiolus sp. por meio de marcadores genéticobioquímicos e de RAPD

CLARISSA A. FERREIRA, ÉDILA V. R. VON PINHO, KALINKA C.P. de C. SALGADO, GABRIELLA S. PEREIRA, IARA A. FERREIRA

Abstract


A certificação da pureza genética é fundamental na produção de flores para que as características de uma cultivar se mantenham até a comercialização. Para isso, há a necessidade de identificação de cultivares por meio de marcadores mais estáveis. Nesse trabalho, foram avaliados marcadores moleculares genético-bioquímicos e de DNA, visando à caracterização de onze cultivares de Gladiolus sp.A pesquisa foi desenvolvida no Laboratório de Central de Sementes do Departamento de Agricultura da Universidade Federal de Lavras. Para a extração de enzimas e de DNA, foi coletada a terceira folha definitiva, de dezesseis plantas escolhidas ao acaso e de cinco cormos de cada cultivar. A avaliação das enzimas foi realizada por meio da técnica de eletroforese em gel de poliacrilamida. Os géis foram revelados para os sistemas enzimáticos ?-amilase, álcool desidrogenase, esterase, peroxidase, malato desidrogenase e catalase. A avaliação do DNA foi realizada por meio da técnica RAPD (Random Amplified Polymorphic DNA), e os produtos foram separados por eletroforese em gel de agarose 0,8%. Dentre os sistemas enzimáticos testados, foi detectada baixa atividade para a enzima peroxidase, nos cormos, sem ocorrência de polimorfismo entre as cultivares testadas. Em folhas, para a peroxidase, seis padrões eletroforéticos diferentes foram gerados. Quanto ao sistema enzimático malato desidrogenase nos tecidos dos cormos e nas folhas, foram obtidos cinco padrões eletroforéticos diferentes. Para a álcool desidrogenase, nos tecidos dos cormos, todos os padrões obtidos foram monomórficos, exceto para uma cultivar. Para a análise catalase, em folhas, não foi observado polimorfismo nos padrões das cultivares analisadas. Por meio da enzima ?-amilase, nos cormos, e da esterase, em folhas, foi possível diferenciar todas as cultivares de Gladiolus sp. Com relação ao uso de RAPD para a caracterização das cultivares de gladíolo, foi observado polimorfismo em nove “primers” testados. Por meio dos marcadores genético-bioquímicos e da técnica de RADP, é possível diferenciar as cultivares avaliadas neste estudo. A similaridade das cultivares avaliadas por meio dos marcadores genético-bioquímicos e dos marcadores de RAPD varia de 0,32 a 0,69.




DOI: https://doi.org/10.14295/rbho.v15i2.492

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema