Micropropagação de Griffinia hyacinthina (Ker-Gaw.) Ker-Gaw., Amaryllidaceae nativa da Mata Atlântica.

Armando R. Tavares, Renata A. Betanzos, Adriana A. Francisco, Izaura T. M. Pereira, Rosiris B. A. Silveira, Francismar F. A. Aguiar

Abstract


Um protocolo foi estabelecido para a micropropagação in vitro de Griffinia hvacinthina. Utilizou-se como explante escamas duplas do bulbo com parte da placa basal. Obteve-se a melhor desinfecção dos explantes utilizando-se Hipociorito de Sódio (NACIO) 1,0% por 20 minutos. O estímulo à brotação foi dado pela adição de 0,2 mg.L de ANA (Ácido Naftaleno Acético) e 5,0 mg.L-1 de 6-BA (6-Benzilaminopurina) ao meio MS. Os bulbllhos obtidos foram reinoculados metada da concentração em meio MS adicionado de 0,3 mg.L-1 de 2,4-D (Ácido 2,4-Diclorofenoxiacético) para enraizamento.
Após 290 dias do início do processo, as plântulas originadas dos bulbilhos foram aclimatizadas em substrato constituído de vermiculita e terra vegetal (I: 1) e mantidas em estufa de vidro.



DOI: https://doi.org/10.14295/rbho.v5i1.44

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema