Infecção viral simples e dupla em Alstroemeria sp.

Ligia M. L. Duarte, Patrícia V. Seabra, Eliana B. Rivas, Sílvia R. Galleti, Amélia V. Alexandre

Abstract


Amostras de Alstroemeria sp., provenientes de 2 regiões produtoras do Estado de São Paulo (Brasil) e da Itália (material quarentenado), foram submetidas a testes de transmissão mecânica, serológicos (DASELISA e decoração) e observações ao microscópio eletrônico. Das 33 amostras analisadas, 1 1 estavam infectadas por vírus, tendo sido identificados Cucumber mosaic virus (CMV), Tobacco streak virus (TSV) e Tomato spotted wilt virus (TSWV) tanto em infecções simples como mistas (TSV + CMV, TSV + TSWV e TSV + CMV + Potyviridae). Em 3 amostras infectadas foram observadas, ao microscópio eletrônico, partículas alongadas, porém não foi possível a identificação do vírus ao nível de espécie. Os dados obtidos mostram que a ocorrência de infecções mistas em Alstroemeria é um fato comum, envolvendo principalmente o TSV.



DOI: https://doi.org/10.14295/rbho.v5i1.38

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema