Análise da arborização viária em dois bairros de Americana (SP)

LUZIA FERREIRA DA SILVA, ANDREA VOLPE-FILIK, ANA MARIA LINER PEREIRA LIMA, DEMÓSTENES FERREIRA DA SILVA FILHO

Abstract


A situação da arborização viária nas grandes cidades é muito precária, em decorrência da falta de planejamento adequado.
Objetivou-se com o presente trabalho avaliar a situação da arborização viária em dois bairros de Americana, SP, e apresentardados que possam servir de base para o planejamento urbano da cidade. Nos locais avaliados, foram encontradas 2.551 árvores plantadas, de 76 espécies diferentes, sendo a maioria de espécies exóticas, com maiores freqüências da Murraya paniculata (falsa-murta) – 18,42%, Ligustrum lucidum (ligustro) – 16,50% e Licania tomentosa (oiti) – 12,47%, e, ainda, 63 espécies com freqüências menores que 1%. Com referência à falsa-murta, verificou-se baixa porcentagem de podas drásticas, em V e L, porém a porcentagem de podas de condução e topiaria foram marcantes. A maior parte das podas foi motivada pela presença da fiação elétrica, sendo o ligustro, a canelinha e a sete-copas os que apresentaram as maiores porcentagens. O ligustro, seguido de sibipiruna e sete-copas, apresentaram raízes que afetavam estruturas urbanas, assim como maiores porcentagens de área livre insuficiente. A falsa-murta vem substituindo essas árvores, evidenciando a preferência da população e dos órgãos públicos, o que preocupa vários técnicos, por ser um arbusto que não apresenta tantos benefícios como uma árvore.



DOI: https://doi.org/10.14295/rbho.v14i2.284

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema