Comportamento do gramado submetido aos herbicidas clethodim e sethoxydim.

Cleber D. de G. Maciel, Juliana P. Poletine, Emanuel de L. Souza, Leandro de S. Alves, Rodrigo B. Ribeiro, Michel A. Raimondi

Abstract


O principal fator do custo de manutenção de um gramado é o corte na altura adequada. O crescimento vegetativo e reprodutivo do gramado formado com grama-batatais (Paspalum notatum Flügge), submetido às doses de clethodim
e sethoxydim foi avaliado em dois experimentos conduzidos no campus urbano da Escola Superior de Agronomia de Paraguaçu Paulista-ESAPP (SP), em gramado já estabelecido. Foi utilizado o delineamento experimental de blocos casualizados com seis tratamentos e quatro repetições, representados por clethodim nas subdoses de 0,0000; 0,0037; 0,0075; 0,0150; 0,0300 e 0,0600 kg i.a. ha-1, assim como pelo sethoxydim a 0,0000; 0,0156; 0,0312; 0,0625; 0,1250 e 0,2500 kg i.a. ha-1. O clethodim e sethoxydim, aos 7 DAA, intoxicaram as plantas a partir das doses de 0,0300 e 0,1250 kg ha-1, respectivamente. Os sintomas de intoxicação, aos 49 DAA, praticamente desapareceram para todos os tratamentos. O teor de clorofila nas folhas não apresentou diferenças significativas entre as subdoses de clethodim e sethoxydim em relação à testemunha, em nenhuma das épocas estudadas. Houve redução progressiva da altura média e no número de inflorescências do gramado em função do incremento das doses de clethodim e sethoxydim. Estes herbicidas apresentam viabilidade na redução vegetativa e reprodutiva da espécie P. notatum, sendo o sethoxydim mais seletivo em relação à preservação das características visuais do gramado



DOI: https://doi.org/10.14295/rbho.v13i2.222

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema