Ocorrência de nematóides fitoparasitos em plantas ornamentais nos Estados de São Paulo e Minas Gerais, Brasil.

Claudio Marcelo G. Oliveira, Roberto K. Kubo, Sonia R. Antedomenico, Ailton R. Monteiro, Mario M. Inomoto

Abstract


O objetivo do presente trabalho foi o de discutir a importância das principais espécies de nematóides encontradas associadas a plantas ornamentais cultivadas nos Estados de São Paulo e Minas Gerais, com base em dados de distribuição geográfica, de novas ocorrências e relativos à sintomatologia. Nematóides foram extraídos de 5 g de raízes e identificados sob microscópio. As espécies mais freqüentes foram Meloidogyne javanica (38% das amostras), M. incognita (19%) e Helicotylenchus dihystera (11%). Constituíram novas ocorrências no Brasil: M. incognita em Gloxinia sp., Arundina graminifolia (orquídea-bambu) e Aptenia cordifolia (rosinha do sol); M. javanica em A. graminifolia, Hibiscus spp., Gloxinia sp., Eustoma grandiflorum (lisianto), Heliconia rostrata (falsa ave do paraíso), Graptophyllum pictum (graptofilo), Holmskioldia sanguinea (chapéu-chinês) e Exacum affine (violeta-alemã); Pratylenchus brachyurus em E. grandiflorum, Cattleya sp. (orquídea) e diferentes cultivares de Lilium sp. (lírio); Helicotylenchus dihystera em E. grandiflorum, Lilium sp., Impatiens balsamina e A. cordifolia; H. multicinctus em Pachystachys lutea (camarão amarelo);H. pseudorobustus em Heliconia sp., e Cactodera cacti em Schlumbergera sp. (flor de maio).



DOI: https://doi.org/10.14295/rbho.v13i2.217

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema