Sementes Sintéticas e Unidades Encapsuláveis

Miguel Pedro Guerra, Lírio Luiz Dal Vesco

Abstract


A tecnologia de sementes sintéticas foi empregada pioneiramente no Brasil no Laboratório de Fisiologia do Desenvolvimento e Genética Vegetal do Departamento de Fitotecnia do CCA/UFSC com o encapsulamento de embriões somáticos de Feijoa sellowiana (Guerra et al., 2001; Dal Vesco et al., 2005 e Cangahuala-Inocente et al., 2007). A tecnologia de unidades encapsuláveis foi inicialmente empregada em microbrotos da bananeira cv Grand Naine (Sandoval-Yugar, 2002) e de bromélias (Rech Filho, 2004). Estas técnicas são de uso restrito e recente no Brasil, principalmente, quando associadas semeaduras diretamente em substratos em condições ex vitro.


Keywords


Semente sintética, Unidades Encapsuláveis, Micropropagação



DOI: https://doi.org/10.14295/oh.v13i0.1981

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema