Avaliação da qualidade pós-produção em cultivares de gérbera de vaso conduzidos com dois níveis de condutividade elétrica

Fernanda Ludwig, Dirceu Maximino Fernandes, Poliana Rocha D’Almeida Mota, Roberto Lyra Villas Bôas, Denise Laschi

Abstract


A gérbera é uma planta herbácea pertencente à família Asteraceae, com inflorescência terminal em capítulo (Infoagro, 2005). O comprimento do pedúnculo define seu uso, sendo longo para flor de corte, e curtos, para flor de vaso. É uma importante flor de corte, produzida em toda a parte do mundo numa ampla faixa de condições climáticas (Singh & Mandhar, 2001).
A comercialização da gérbera de corte na América do Norte iniciou em 1920, entretanto, o primeiro cultivar selecionado para desenvolvimento em vaso foi introduzido no Japão, no início de 1980 (Rogers & Tjia, 1990). As características relacionadas com a qualidade são diretamente afetadas pelas características de cultivo. Segundo Nell et al. (1997) o potencial para a qualidade das flores de vaso e a máxima longevidade são determinadas durante a produção, sendo que os fatores genéticos (cultivares), nutrição, práticas de irrigação, meio de crescimento e ambiente de cultivo são fatores de extrema importância no que tange a sua pós-produção. Dentre estes fatores, o autor cita que a nutrição é um dos principais que afetam a longevidade. Em muitas flores existe uma relação direta entre concentração de nutrientes e longevidade, onde altos níveis de fertilizantes reduzem a longevidade.
Roude et al. (1991) concordam que a prática da fertilização tem efeito significativo na longevidade de várias espécies de flores envasadas. O alto conteúdo de sais no substrato pode causar danos nas raízes e diminuir a manutenção da qualidade, com prematura senescência das flores e queda das folhas (ter Hell & Hendricks, 1995).
A qualidade diz como o produto atende ao objetivo ao qual está sendo usado, levando em consideração a aparência das flores e planta e características internas, como longevidade, sendo determinada pela interação entre o potencial genético e as condições de cultivo (Noordegraaf, 1994). Desse modo, o presente trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar a longevidade pós-produção de quatro cultivares de gérbera de vaso, conduzidas com dois níveis de condutividade elétrica.


Keywords


Gerbera jamesonii, plantas ornamentais, longevidade, qualidade.



DOI: https://doi.org/10.14295/oh.v13i0.1864

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema