Nematóides em plantas ornamentais e floríferas em Lavras (MG).

Mauro J.N. Costa, Silvério J. Coelho, Vicente P. Campos

Abstract


Coletaram-se amostras de solo e/ou raízes de 56 plantas ornamentais e floríferas do Câmpus da Universidade Federal de Lavras (UFLA) (MG), com o objetivo de conhecer a ocorrência e a distribuição de nematóides nessas plantas. No laboratório, extraíramse nematóides livres no solo pela técnica de Jenkins. Pela trituração em liquidificador, obtiveram-se os nematóides sedentários. Xiphinema foi obtido através do peneiramento do solo e coletado entre detritos mediante a separação individual no microscópio de objetiva invertida. As freqüências das espécies de fitonematóides nas amostras foram: Helicotylenchus dihystera (19,7%), Meloidogyne incognita (16,7%), Xiphinema brasiliensi (10,61%), Meloidogyne spp. (9,09%), Ogma sp. (7,58%), Trichodorus sp. (7,58%), Meloidogyne javanica (7,58%), Criconemella ornata (4,55%), Tylenchorrynchus sp. (4,55%), Aphelenchus sp. (3,03%), Xiphinema spp. (3,03%), .Aphelenchus avenae (1,52%), Tylenchulus semipenetrans (1,52%), Dorilaimus sp. (1,52%) e Ditylenchus sp. (1,52%).



DOI: https://doi.org/10.14295/rbho.v9i2.183

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema