Germinação in vitro de Waltheria ferruginea A. St.-Hil.

Virgínia Maria Tenório Sabino Donato, Vânia Barreto Cauto, Júlio Zoe Brito, Rita Cássia Pereira

Abstract


Waltheria ferruginea é uma sterculiaceae que ocorre no Nordeste brasileiro. Essa espécie apresenta potencial medicinal devido ao seu poder anti-inflamatório. Durante o processo de germinação das sementes dessa espécie, realizada em placas de petri contendo papel úmido ou em bandejas contendo areia lavada, verificou-se um baixo índice de germinação e, além disso, ocorreu necrose das plântulas germinadas. Esse trabalho foi desenvolvido com a finalidade viabilizar a obtenção de plantas dessa espécie utilizando a germinação e propagação in vitro. As sementes de W. ferruginea foram submetidas a um processo de desinfestação, constituído da imersão em solução de álcool 70% (v/v) por 1-3 minutos, em seguida em solução de hipoclorito de sódio 2,5% (v/v) por 15 minutos e finalmente enxaguadas 3 vezes em água destilada estéril. Após o processo de desinfestação, em câmara de fluxo laminar, as sementes foram transferidas para frascos contendo uma solução de cefatoxima sódica 250 mg.L-1, onde foram mantidas no escuro, em sala de crescimento, até a germinação das sementes. Após a germinação, as sementes foram transferidas, sem enxágüe, para tubos contendo meio de cultivo constituído pelos sais e vitaminas do MS, acrescido de 30g.L-1 de sacarose e desprovido de reguladores de crescimento. As sementes apresentaram um considerável índice de germinação (80%), no entanto muito irregularmente. As plantas apresentaram bom desenvolvimento da parte aérea e sistema radicular após 60 dias de cultivo. Observou-se após 15 dias da inoculação, o desenvolvimento de necrose do caule em 5% das plantas cultivadas, mesmo sintoma observado durante os métodos convencionais de germinação descritos anteriormente. Após 60 dias de cultivo as plantas, aparentemente, sadias foram aclimatizadas. Verificou-se após 7 dias do plantio o aparecimento do mesmo sintoma, o que inviabilizou a obtenção das plantas. Experimentos utilizando diferentes tipos e concentrações de antimicrobianos estão sendo conduzidos com o objetivo de obtenção de plantas sadias de W. ferruginea.

Keywords


Germinação; in vitro; Waltheria ferruginea; Sementes



DOI: https://doi.org/10.14295/oh.v13i0.1779

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema