O uso de Aspilia setosa Griseb. no paisagismo e a sua propagação.

Daniela Biondi, Luciana Leal, Ivar Wendling

Abstract


Aspilia setosa Griseb. (Asteraceae) é uma espécie nativa comum no campo seco do sul do Brasil. Possui porte herbáceo com 40 cm de altura, com folhas simples de forma elíptica, margem serreada, inflorescências terminais em capítulos grandes solitários e vistosos, possuindo flores de cor amarela. É conhecida pelos nomes de mal-me-quer e margarida-do-campo (Takeda & Farago, 2001) e no estado do Paraná é considerada a flor símbolo dos Campos Gerais (UEPG, 2004). No paisagismo esta espécie só poderá ser popularizada a partir de informações a respeito de seu uso e reprodução. O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial ornamental de Aspilia setosa e os seus meios de propagação (sexuada e assexuada).

Keywords


Aspilia setosa Griseb., espécies ornamentais, estaquia caulinar, germinação.



DOI: https://doi.org/10.14295/oh.v13i0.1774

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema