Utilização de espécies ornamentais nativas do Cerrado nos pátios das Escolas Municipais Rurais de Mineiros-Goiás

Márcia Maria de Paula, Alcebíades Diogo, Kátia Fortaleza Cabral, Eliane Moraes Dutra

Abstract


O Cerrado, segundo maior bioma do Brasil, representa um quarto do território brasileiro, concentra cerca de um terço da biodiversidade nacional e 5% da flora e fauna mundial (ALMEIDA, 1998). Apesar da sua importância ambiental, é pouco valorizado. Observa-se que as comunidades que vivem neste Bioma não valorizam a sua importância e o conhecimento que ainda resta nas comunidades tradicionais, têm-se perdido ao longo do tempo. Outra preocupação relevante é o processo rápido de degradação que o Cerrado vem sofrendo, com a conversão da vegetação original em áreas de agricultura e de pecuária. Aliado a isso, com a maioria da população vivendo nas cidades, esse conhecimento deve ser resgatado e a promoção da valorização do Cerrado deve ser urgente.
A presente proposta tem como base, um trabalho iniciado em 2006, onde foram sugeridas ações de educação ambiental, com o objetivo de tornar as Escolas Municipais Rurais de Mineiros-GO, centros de difusão de conhecimentos para a preservação, conservação e utilização sustentável dos recursos naturais do Cerrado, visando à melhoria da qualidade de vida nas comunidades rurais. Uma dessas ações é a readequação paisagística dos pátios escolares, com a utilização de espécies nativas do Cerrado.
As Escolas Rurais em nossa região, de uma forma geral, não se preocupam com a questão do ordenamento das espécies vegetais e elementos arquitetônicos nos seus pátios escolares. Desta forma a adequação paisagística traz uma série de benefícios, melhorando o ambiente para as crianças que nelas estudam, tornando assim, um local arejado para o lazer, descanso, realização de aulas práticas, e principalmente, para a preservação da vegetação natural que existe no local, o Cerrado.
O espaço na escola onde acontece o processo ensino-aprendizagem ainda está, em nosso meio, centrado nas quatro paredes da sala de aula. Fredrizzi (1999), aborda sobre o movimento chamado Learning Through Landscapes, LTL (Aprendendo com a Paisagem), que iniciou na Inglaterra e vem mudando os pátios escolares de todo mundo. Com a proposta apresentada, o pátio pode ser também utilizado como espaço didático, onde se pode estudar e praticar educação física, português, matemática, ciências, geografia, educação ambiental e outros.
Espera-se que a presente proposta possa contribuir com as Escolas Rurais do município de Mineiros-GO, no sentido de despertar para a valorização do Cerrado, preservando e criando uma nova consciência no presente e para as futuras gerações.

Keywords


Cerrado, Espécies Ornamentais; Escola Rural.



DOI: https://doi.org/10.14295/oh.v13i0.1715

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema