Germinação in vitro de Maracujá-de-Papoco (Passiflora sp.)

Paulo Augusto Almeida Santos, Marlucia Cruz de Santana, Edilton Rodrigues Santos, Margarete Magalhães de Souza, Carlos Davi Santos Silva

Abstract


O maracujazeiro (Passiflora spp.) é originário da América tropical, sendo o Brasil um dos mais importantes centros de diversidade por possuir mais de 150 espécies nativas. Poucos estudos envolvem espécies silvestres. A propagação por sementes de Passiflora spp. é dificultada por problemas como dormência e desuniformidade na germinação. A pesquisa objetivou testar a eficiência do ácido giberélico e da incisão na semente de maracujá-de-papoco (Passiflora sp.) sobre a  germinação in vitro. Sementes obtidas em frutos maduros tiveram o arilo retirado e desinfestadas com solução de hipoclorito de sódio (2% de cloro ativo) durante 20 minutos; em seguida foram lavadas com água autoclavada e inoculadas em meio Y3, adicionado de vitaminas de Morel & Wetmore, sacarose (3%), ágar 0,6%. Foram avaliados o efeito da incisão no tegumento da semente na região do hilo e o efeito do ácido giberélico (1mg.L-1) sobre a germinação. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com quatro tratamentos (T1: sem ácido giberélico e sem incisão na semente; T2: sem ácido giberélico e com incisão na semente; T3: com ácido giberélico e sem incisão na semente; T4: com ácido giberélico e com incisão na semente). Cada tratamento com 14 repetições. A emissão da radícula foi o critério adotado como primeiro sinal de germinação. A unidade experimental consistiu de um recipiente com 4 sementes.  O cultivo foi feito inicialmente no escuro. Após a emissão da plúmula e da raiz, os explantes foram cultivados num fotoperíodo de 16 horas, sob irradiância de 45 µmol.m-2.s-1 . A temperatura da sala de crescimento foi regulada em 27 oC ± 1. O maior número de sementes germinadas foi obtido nos tratamentos 2 e 4, com médias de 0,93 e 0,93. O desvio padrão do tratamento 2 e 4 foi, respectivamente, 0,92 e 1,14. Conclui-se que a incisão no tegumento da semente foi eficiente na germinação in vitro de maracujá-depapoco.

Keywords


Cultura de tecidos; embrião zigótico; Passifloraceae.



DOI: https://doi.org/10.14295/oh.v13i0.1682

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema