Efeito da glutamina na indução de embriogênese somática a partir de inflorescências masculinas em bananeiras triplóides (Musa sp).

Lucymeire Souza Morais Lino, Janay Almeida dos Santos Serejo, Daniela Garcia Silveira, Sebastião de Oliveira e Silva, José Raniere Ferreira de Santana

Abstract


A bananeira (Musa spp.) é de grande importância econômica e social para o Brasil, sendo cultivada de norte a sul do país. A banana se destaca entre os principais produtos agrícolas, ocupando o segundo lugar, dentre as frutas, na preferência dos consumidores brasileiros. As cultivares de bananeira mais difundidas no Brasil são as triplóides: Nanica, Nanicão e Grande Naine, do grupo AAA, utilizadas principalmente na exportação, e Prata, Pacovan, Prata Anã, Maçã, Mysore, Terra e D'Angola, do grupo AAB (Silva et al., 1999).
O melhoramento tradicional dessa cultura se depara com muitos problemas, como a dificuldade na obtenção de sementes em frutos partenocárpicos e a esterilidade das bananeiras comerciais. No entanto, as técnicas de cultura de tecidos constituem uma alternativa promissora para a propagação dessa cultura, pois a principal meta é a produção massal de indivíduos geneticamente idênticos e fisiologicamente uniformes, com desenvolvimento normal e com plantas livres de doenças, pragas e vírus (Kozai et al., 1997).
Dentre as técnicas de propagação in vitro, a embriogênese somática destaca-se por apresentar vantagens como a alta taxa de multiplicação comparada a qualquer outro processo de propagação, o escalonamento da produção pela manutenção da cultura em meio líquido, o plantio direto da muda obtida via embriogênese somática com menor custo de produção, além de a planta ser geneticamente igual à planta mãe (Zimmerman, 1993). A fase de indução de embriogênese é considerada de grande importância por obter embriões somáticos bem formados, contribuindo com as fases subseqüentes de desenvolvimento, isto é, a maturação e a conversão em plantas (Fillipi et al., 2001b). Entre os explantes que tem sido utilizado, as flores masculinas imaturas são as que têm apresentado melhores respostas a culturas embriogênicas em bananeira (Becker et al., 2000; Jalil et al., 2003; Strosse et al., 2003). Além disso, o uso da glutamina também tem favorecido a maior produção de embriões somáticos de qualidade em bananeira (Khalil et al., 2002; Strosse et al., 2003). Diante do exposto, o objetivo desse trabalho foi avaliar a indução de embriogênese somática a partir de inflorescências masculinas de três variedades de bananeira triplóde em diferentes concentrações de glutamina.


Keywords


Musa sp, cultura de tecidos, embriões somáticos.



DOI: https://doi.org/10.14295/oh.v13i0.1679

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema