Embriogênese somática em caroá

Daniela Garcia Silveira, Lucymeire Souza Morais Lino, Fernanda Vidigal Duarte Souza, Antônio da Silva Souza, José Raniere Ferreira de Santana

Abstract


Neoglaziovia variegata (Arr. Cam.) Mez. é uma espécie de Bromeliaceae nativa da Caatinga Brasileira, conhecida como caroá e de grande importância econômica e social na Região Nordeste da Bahia. As fibras das suas folhas são a matéria-prima para o trabalho artesanal de diversas famílias, constituindo-se numa renda alternativa para os pequenos agricultores.
No entanto, o extrativismo predatório tem levado essa espécie à condição de ameaçada, já tendo praticamente desaparecido em outras regiões da Bahia. O sistema de corte das folhas adotado pelas artesãs e a expansão da atividade agropecuária na região são os principais fatores causadores dessa situação. 
A necessidade de sistematizar o cultivo tem impulsionado uma série de estudos, dentre os quais o estabelecimento de sistemas eficientes de produção de mudas (Silveira et al., 2006). O caroá se reproduz tanto por sementes quanto pelo desenvolvimento de gemas e rizomas laterais (Xavier, 1982), porém seu desenvolvimento vegetativo é lento, necessitando de um longo tempo para a obtenção de um grande número de plantas. 
O desenvolvimento de sistemas de propagação de plantas por cultura de tecidos já vem sendo relatada com êxito em diferentes espécies de Bromeliaceaes, conforme Pompelli et al. (2005), Rech Filho et al. (2005) e Alves et al. (2006). A cultura de tecidos, com suas variadas técnicas, pode significar uma ferramenta significativa no estabelecimento de protocolos de micropropagação para bromélias, seja por organogênese ou embriogênese somática (Pompelli & Guerra, 2004). 
A embriogênese somática é um processo análogo à embriogênese zigótica, em que uma única célula ou um grupo de células somáticas são precursoras de embriões somáticos (Ammirato, 1983). Além disso, a embriogênese é muito utilizada para a propagação massal de plantas elites, apresentando grande potencial, pois possibilita elevadas taxas de multiplicação.
Vários fatores podem ser determinantes para o êxito do processo embriogênico, desde o surgimento dos primeiros embriões até o número de embriões produzidos por explante. Dentre esses fatores destacam-se as combinações de reguladores utilizados na etapa de indução, a duração desta, a origem do explante e do estado fisiológico da planta matriz (Dublin, 1991). Por sua vez, em cenoura, o aminoácido glutamina favorece a produção de maior número de embriões somáticos formados de qualidade, quando comparado com os resultados obtidos em meio suplementado com o íon amônia (Higashi et al., 1997).
Como não há relatos sobre indução de calos e regeneração de plantas, via embriogênese somática, em caroá, e visando desenvolver um método de propagação e conservação eficiente para essa espécie, o objetivo desse trabalho foi avaliar a melhor fonte de explante e concentração de glutamina na indução de calos embriogênicos e formação de embriões somáticos em N. variegata.

Keywords


Neoglaziovia variegata (Arr. Cam.) Mez., Bromeliaceae, cultura de tecidos, moforgênese, produção de mudas.



DOI: https://doi.org/10.14295/oh.v13i0.1677

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema