Efeito da assepsia em sementes após a retirada do tegumento sobre a regeneração, contaminação e o desenvolvimento de propágulos de mamoneira (Ricinus communis L.) cultivados in vitro.

Márcia Maria Dias, Jaci Mendes Vieira, Silvia Nietche, Maria Aparecida Vilela de Rezende Faria, Nívio Poubel Gonçalves, Marlon Cristian Toledo

Abstract


A mamoneira (Ricinus communis L.), planta pertencente à família Euphorbiaceae é atualmente difundida em muitos estados brasileiros (Tavora, 1982). Constitui-se em importante atividade econômica e devido à rusticidade que apresenta, se adapta perfeitamente às regiões semi-áridas, atuando na fixação da mão de obra do homem no campo (Monteiro, 2005). A espécie é utilizada para produção de combustíveis renováveis alternativos aos combustíveis fósseis, devido à preocupação atual com a redução de gases poluentes e o aquecimento global (Barbosa, 2006).
A mamoneira é de fácil propagação, no entanto, no campo encontram-se misturadas cultivares produtivas, juntamente com espécies que produzem baixo teor de óleo. A maioria das frustrações pelos agricultores com a cultura é devido ao plantio de sementes não selecionadas (Barros, 1971). Várias espécies são utilizadas nos programas de melhoramento com o objetivo de aumentar a produtividade entre outras características de interesse pelo produtor.
Como forma de regenerar acessos importantes em programas de melhoramento para a seleção de espécies mais produtivas e visando a manutenção da qualidade fisiológica das sementes através das técnicas de cultura de tecidos torna-se necessário estabelecer um método eficaz para a regeneração de sementes da mamoneira. A utilização de sementes submetidas à retirada de tegumento antes da realização de assepsia agiliza o processo de introdução dos eixos embrionários devido à dificuldade de realização do corte destas sementes de tegumento duro dentro da câmara para a retirada dos eixos. No entanto sementes protegidas pelo tegumento apresentam menor contaminação por microrganismos.
Desta forma este trabalho tem como objetivo avaliar a regeneração, incidência de contaminações e o desenvolvimento de propágulos cultivados in vitro obtidas de eixos embrionários extraídos de sementes com e sem tegumento, posteriormente submetidas à assepsia.


Keywords


Ricinus communis L., mamoneira, cultivo in vitro, sementes, eixos embrionários.



DOI: https://doi.org/10.14295/oh.v13i0.1666

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema