Efeito do pH no meio de cultura líquido e sólido em cultivos de Syngonanthus mucugensis Giulietti.

Cristina Ferreira Nepomuceno, Tecla dos Santos Silva, Priscila Tavares Fonseca, José Raniere Ferreira Santana

Abstract


S. mucugensis é conhecida popularmente como sempre-viva, devido à aparência das flores, as quais permanecem com aspecto vivo durante muito tempo após terem sido coletadas, por isso possuem grande interesse ornamental e alto valor econômico.
Muitas espécies ocorrem nas regiões montanhosas da Venezuela e do Brasil, onde o centro de diversidade genética situa-se na Cadeia do Espinhaço, entre os Estados de Minas Gerais e Bahia (Giulietti et al., 1998; Scatena et al., 2004), de onde são extraídas indiscriminadamente as flores das espécies de maior importância econômica em decorrência do declínio de atividades mineradoras, afetando de forma significativa o ciclo reprodutivo dessas espécies e sua disponibilidade em campo. Essas áreas possuem baixos índices de capacidade suporte e uma flora com diversos mecanismos de resistência, adaptada à vida em situações extremas, principalmente com relação ao déficit hídrico (Joly, 1970).
Dentre as técnicas de culturas de tecidos, a micropropagação apresenta vantagens para a obtenção de um grande número de plantas sadias e de alta qualidade em pequeno espaço físico e em curto tempo, independentemente de fatores climáticos limitantes. Alguns fatores no cultivo in vitro precisam ser ajustados para que possam proporcionar as melhores condições para o crescimento e desenvolvimento das plantas. Entre esses fatores encontrase o pH do meio de cultura, que pode ter efeitos diretos ou indiretos, portanto é necessário adequá-lo de forma a manter as condições favoráveis aos cultivos. Segundo Caldas et al. (1998) valores mais baixos dificultam a utilização do amônio, enquanto valores mais altos diminuem a utilização do nitrato. Durante o crescimento das células, o pH do meio se altera à medida que diferentes íons são absorvidos pelas células e os produtos metabólicos são excretados para o meio.
Um outro fator que influencia o crescimento das culturas é o estado físico do meio de cultura, podendo este ser líquido ou sólido. De acordo com Caldas et al. (1998) é possível que as concentrações ótimas de sais, num meio sólido, sejam mais elevadas do que as concentrações ótimas para o crescimento em meio líquido, em virtude das restrições da velocidade de difusão de nutrientes que o meio sólido impõe.
Desta forma, o presente trabalho teve como objetivo avaliar o efeito do pH no crescimento das plantas de S. mucugensis em meio de cultura líquido e sólido.

Keywords


Syngonanthus mucugensis; Eriocaulaceae; sempre-viva; pH; estado físico do meio de cultura.



DOI: https://doi.org/10.14295/oh.v13i0.1654

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema