Aclimatização de cultivares de bananeira, influenciada por alterações no ambiente de cultivo in vitro.

Frederico Henrique da Silva Costa, Moacir Pasqual, Jonny Everson Scherwinski Pereira, Adriene Matos dos Santos, Luzia Yuriko Miyata

Abstract


A técnica de micropropagação constitui, atualmente, a base da propagação massal de material propagativo certificado de bananeira. Relatos das primeiras aplicações desta técnica na multiplicação de espécies do gênero Musa datam da década de 1960. Desde então, houve uma intensificação nas pesquisas visando à utilização de técnicas mais eficientes, produtivas e menos onerosas. Dentre os avanços obtidos para a diminuição dos custos de produção, a substituição das lâmpadas fluorescentes, comumente utilizadas nas salas de crescimento pela luz natural, associada ou não à redução nos níveis exógenos de sacarose, é um dos mais importantes (Kodym & Zapata-Arias, 1999, 2001; Rocha, 2005).
Efeitos benéficos da utilização da luz solar, associada a algumas modificações na composição nutricional e física dos meios de cultura, foram observados para a micropropagação das cultivares de bananeira ‘Grande Naine’ (AAA) e ‘Maçã’ (AAB), com redução nos custos de produção das mudas de até 90% (Kodym & Zapata-Arias, 1999, 2001; Sendin, 2001). Contudo, as informações e o entendimento sobre os efeitos da luz natural sobre as plantas cultivadas in vitro e, mais ainda, sobre sua subseqüente aclimatização, ainda são incipientes, o que dificulta a aceitação e aplicação desta fonte de luz pelas biofábricas. Além disso, modificações nas concentrações exógenas de carboidratos nos meios de cultivo podem ser determinantes para que se alcancem elevadas taxas de sobrevivência de plantas na aclimatização (Calvete, 1998), já que influenciam vários processos metabólicos nas culturas, com efeitos diretos sobre o crescimento e a diferenciação dos tecidos (George, 1996). 
Objetivou-se avaliar a influência do ambiente de cultivo e de concentrações de sacarose sobre a aclimatização de bananeiras, em condições de casa de vegetação.

Keywords


Musa spp.; luz natural; cultivo heterotrófico; ambiente ex vitro.



DOI: https://doi.org/10.14295/oh.v13i0.1617

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema