Indução de Calogênese em Eucalyptus urograndis cultivado in vitro.

Letícia Caravita Abbade, Patrícia Duarte de Oliveira Paiva, Renato Paiva, Agda Rabelo Centofante, Vanessa Stein

Abstract


A micropropagação de eucalipto tem sido utilizada como técnica promissora para o desenvolvimento clonal por meio da produção de gemas e estacas (Handley & Becwar, 1995). Por meio da micropropagação, há redução no tempo de produção da muda, uniformidade no cultivo e maior controle da sanidade do material micropropagado (Cardim, 2006). 
Denchev & Conger (1995), estudaram indução de calos em seedlings de Panicum virgatum L. com o uso de três níveis de 2,4-D e picloram em combinação com quatro níveis de BAP, todos mantidos no escuro. A interação do picloram com baixas concentrações de BAP foi benéfica, enquanto que as demais apresentaram decréscimo na produção de calos. O 2,4-D revelou-se melhor isolado do que em combinação com o BAP.
Diante das propostas tecnológicas oferecidas pela micropropagação e da importância dos reguladores de crescimento no estabelecimento das culturas in vitro, objetivou-se com este trabalho avaliar o efeito do 2,4-D na indução de calogênense foliares de eucalipto, clone SD2002, da variedade Urograndis.

Keywords


Eucalyptus urograndis; 2,4-D; calogênese; explantes foliares; raízes



DOI: https://doi.org/10.14295/oh.v13i0.1605

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema