Produção de mudas de Etlingera elatior através da cultura de tecidos vegetais in vitro.

Cristine Luciana de Souza Rescarolli, Gilmar Roberto Zaffari

Abstract


O uso de produtos naturais pelo ser humano remonta à idade antiga. Sabe-se que é muito mais provável encontrar atividade biológica em plantas orientadas pelo seu uso na medicina popular do que em plantas escolhidas ao acaso. Cerca de 75% dos compostos puros naturais, empregados na indústria farmacêutica, foram isoladas, seguindo recomendações da medicina popular.(YUNES; CALIXTO, 2001). A espécie Etlingera elatior, popularmente conhecida como Bastão do Imperador, planta ornamental e medicinal, tem sido indicada segundo a medicina popular para o tratamento de dores musculares e reumatismo. Pertencente à família Zingiberaceae, possui ampla dispersão nos trópicos e subtrópicos de todo mundo, principalmente no sudeste da Ásia (JOLY, 1998). 
Um dos aspectos mais críticos na produção de plantas medicinais para a utilização terapêutica é, sem dúvida, a quantidade e a qualidade da matéria-prima vegetal. Vários fatores climáticos afetam diretamente a qualidade, a eficácia e a segurança do produto final. Para evitar tais problemas, e sobretudo, evitar o extrativismo descontrolado, as indústrias vêm atuando no sentido de aumentar a quantidade e melhorar a qualidade dessa matériaprima através do cultivo de plantas medicinais em larga escala. Além de poder eliminar variações oriundas de fatores como o clima, nutrientes e luminosidade, a produção massal de plantas permite selecionar espécies com maior teor de princípios ativos, controlar pragas, ou ainda o que é fundamental, evitar a contaminação por metais pesados, inseticidas e outros fatores que podem influenciar na eficácia, qualidade e segurança clínica dos medicamentos fitoterápicos (SIANI. 2003). 
A produção massal de plantas medicinais pode ser obtida através da micropropagação in vitro, método bastante eficiente quando se trata de produção de mudas em larga escala, fornecendo matéria-prima de alta qualidade genética e fitossanitária, em curto espaço de tempo. O presente trabalho objetivou avaliar a viabilidade do cultivo in vitro de Etlingera elatior visando à produção massal de mudas, como fonte de matéria-prima para utilização terapêutica.

Keywords


Micropropagação; Planta medicinal; Bastão do Imperador



DOI: https://doi.org/10.14295/oh.v13i0.1601

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema