Utilização de BAP na organogênese in vitro em dedaleiro.

Jorge Marcelo Padovani Porto, Renato Paiva, Luciano Coutinho Silva, Diogo Pedrosa Corrêa da Silva, Milene Alves de Figueiredo, Patrícia Duarte de Oliveira Paiva

Abstract


A espécie Lafoensia pacari St. Hil., pertence à família Lythraceae, é conhecida popularmente por dedaleiro ou pacari. Esta árvore de médio porte (de 10 a 18 m de altura) possui crescimento lento e ocorre nos cerradões onde apresenta menor desenvolvimento. Sua fenologia é muito variável entre regiões. Floresce normalmente nos meses de outubro a dezembro e a maturação dos frutos ocorre nos meses de abril a junho. A dispersão é feita por pássaros e pelo vento (Silva & Barbosa, 2004). O dedaleiro é muito utilizado entre populações humanas devido seu potencial medicinal e estudos demonstram seu efeito antiinflamatório e analgésico (Rogério et al., 2006). Também é utilizada na arborização urbana, paisagismo e sua madeira na construção civil e carvão (Carvalho, 1994). 
Na fase de multiplicação, o principal objetivo é produzir o maior número de plantas possível, no menor espaço de tempo. O importante é obter uma taxa média satisfatória com o mínimo de variação de explante para explante. Outro aspecto importante é a qualidade e homogeneidade das partes aéreas produzidas, o que irá determinar o sucesso na fase seguinte de enraizamento (Grattapaglia & Machado,1998). 
Tendo em vista a importância medicinal e a carência de informações sobre o cultivo in vitro do dedaleiro, o presente trabalho teve como objetivo avaliar a influência de diferentes concentrações da citocinina BAP na micropropagação da espécie Lafoensia pacari via organogênese direta a partir de segmentos caulinares.

Keywords


Lafoensia pacari St. Hil., BAP, Brotação



DOI: https://doi.org/10.14295/oh.v13i0.1561

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema