Influência da composição do meio de cultura na pré-aclimatização e aclimatização de propágulos de Agave attenuata Salmy-Dyck

Elaine Buch Sezerino, Gilmar Roberto Zaffari, Henri Stuker, Miguel Pedro Guerra

Abstract


Agave attenuata Salmy-Dyck é uma planta ornamental originária do México, de grande uso ornamental em canteiros e jardins, havendo uma grande demanda de mudas no mercado, por parte dos produtores envolvidos na sua comercialização. A produção de mudas desta espécie é realizada por meio de propagação assexuada, com a utilização de brotos. Entretanto, esta técnica apresenta uma série de desvantagens, tendo em vista que sua propagação é lenta e de uma difícil adaptação climática. Técnicas de micropropagação permitem à captura de ganhos genéticos e a obtenção rápida de um grande número de mudas com alta sanidade e em menor tempo. A cultura in vitro desta
espécie utiliza o meio de cultura MS Murashige & Skoog (1962), suplementado com vários outros componentes. A composição do meio de cultura, principalmente as fontes e concentrações de nitrogênio e carbono afetam às respostas morfogenéticas obtidas. Assim, no presente trabalho estudou-se os efeitos do meio de cultura MS a 50 e 100% e de diferentes concentrações de sacarose (0, 1 e 2%) sobre a dinâmica do crescimento dos propágulos desta espécie nas fases de pré-aclimatização, visando aumentar as taxas de sobrevivência na fase de aclimatização. As fases in vitro e ex vitro foram influenciadas negativamente pela ausência de sacarose nos meios MS a 50% e 100% para a altura, massa fresca e seca como também para taxa de sobrevivência e enraizamento. Assim, Agave attenuata Salmy-Dyck mostra-se dependente da sacarose no meio de cultura para maximizar o desenvolvimento e a sobrevivência durantes as fases da aclimatização. Os melhores resultados foram obtidos em resposta ao meio MS a 100% suplementado com 2% de sacarose. A análise das características de altura, produção de biomassa (massa
fresca e seca), taxa de sobrevivência e enraizamento mostraram que os propágulos de Agave attenuata Salmy-Dyck foram dependentes das concentrações de nutrientes inorgânicos do meio MS e das concentrações de sacarose.


Keywords


Agave attenuata; nutrientes; dinâmica de crescimento; matéria seca; enraizamento.



DOI: https://doi.org/10.14295/oh.v13i0.1426

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema