Desenvolvimento floral de Sinningia leucotricha (Hohne) Moore, Gesneriaceae (rainha-do-abismo).

Lúcia Iuchi, Luiz Carlos Lopes

Abstract


Flores de rainha-do-abismo, Sinni'ngi'a leucotricha (Hoehne) Moore, em vários estádios de desenvolvimento, foram utilizadas para medição, descrição e documentação fotográfica, com o objetivo de estudar o desenvolvimento floral e verificar como ocorre naturalmente a polinização dessa espécie. Em trabalhos de cruzamentos, as flores de Rainha-do-abismo devem ser emasculadas com 3 cm de comprimento (estádio 3), quando as anteras ainda se encontram fechadas, para não correr o risco de uma autofecundação. As flores dessa espécie apresentaram uma dicogamia protândrica numa extensão tal que dificultou a autofecundação, mas não a impediu totalmente.



DOI: https://doi.org/10.14295/rbho.v3i1.138

ISSN: 2447-536X

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

SBFPO - Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais | Cadastre-se na revista | Página Oficial SEER | Ajuda do sistema